Área do cabeçalho
Portal da UFC Acesso a informação da UFC Ouvidoria Conteúdo disponível em: Português

Universidade Federal do Ceará
Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas

Área do conteúdo

Licença para Tratamento de Saúde do Servidor

Quais são os tipos de Licença para Tratamento de Saúde do Servidor?

Licença dispensada de perícia, Perícia Singular e Junta Oficial.

Que informações devem estar no atestado para que a licença possa ser concedida?

O atestado deve conter:

  • nome do servidor;
  • nome do profissional emitente com CRM ou CRO;
  • CID;
  • período de afastamento.

Se no atestado não constar o CID, o servidor deverá passar por avaliação pericial presencial, mesmo no caso de licença menor ou igual a 5 (cinco) dias.

Quando a Licença para Tratamento de Saúde do Servidor é dispensada de perícia?

Quando os atestados concedidos são de até 5 (cinco) dias corridos. Além disso, o número total de dias de licença do servidor deve ser inferior a 15 dias no período de 12 meses.

Como devo proceder para entregar o atestado no caso de licença dispensada de perícia? Para onde encaminho?

Durante o período da Pandemia de Covid-19, o atestado médico deve ser enviado exclusivamente em formato PDF para o e-mail: servidorescpase@ufc.br, com o nome completo do servidor no assunto e, no corpo do e-mail, deve ser informado o número do processo SEI correspondente.

Qual o prazo para a entrega do atestado no caso de licença dispensada de perícia?

O atestado deverá ser apresentado à unidade competente (CPASE) no prazo máximo de 5 dias corridos, contados da data de início do afastamento.
Se o prazo para entrega do atestado exceder os 5 dias corridos, deverá ser justificado e o servidor submetido a avaliação pericial presencial, cabendo ao perito a concessão de licença ou não.

Em que caso devo passar por perícia singular?

  • Para licença de até 120 dias, ininterruptos ou não, no período de 12 meses;
  • Para licença menor ou igual a 5 (cinco) dias corridos, quando o número total de dias de licença do servidor for superior ou igual a 15 dias no período de 12 meses;
  • Para licença menor ou igual a 5 (cinco) dias corridos, quando no atestado não constar o CID ou diagnóstico da doença;
  • Para licença menor ou igual a 5 (cinco) dias corridos, quando o prazo para entrega do atestado exceder 5 (cinco) dias corridos. Caso que deverá ser justificado e o servidor submetido a avaliação pericial presencial, cabendo ao perito a concessão de licença ou não.

Como devo proceder nos casos em que a licença com perícia singular se aplica?

Após o envio do atestado médico para o e-mail servidorescpase@ufc.br e do processo SEI correspondente para a CPASE, o servidor deverá aguardar o contato telefônico e/ou por e-mail para o agendamento da data de sua perícia médica.

Observação: Não estamos realizando atendimento de demanda livre e todos os atendimentos serão precedidos agendamentos.

Não tenho condição de me locomover até a CPASE, como devo proceder?

Quando o servidor encontra-se impossibilitado de se locomover ou hospitalizado, ele pode solicitar uma perícia externa entrando em contato com a CPASE por meio dos telefones (85) 3366 7780 ou pelo e-mail cpase.progep@ufc.br.

Em que caso devo passar por Junta Oficial?

Para afastamento superior a 120 dias, ininterruptos ou não, no período de 12 meses. O servidor que, no curso da licença, julgar-se apto a retornar ao trabalho, deverá solicitar à CPASE a reavaliação da sua capacidade laborativa.

Acessar Ir para o topo