Imprimir

Servidores do HUWC e da MEAC devem atualizar situação vacinal

Com o objetivo de atualizar a situação vacinal de servidores da Universidade Federal do Ceará lotados no Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) e na Maternidade-Escola Assis Chateaubriand (MEAC), a Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progep) preparou formulários eletrônicos para conhecer o histórico vacinal desses profissionais.

Tanto o formulário para servidores do HUWC quanto o formulário para servidores da MEAC podem ser respondidos em qualquer computador, smartphone ou tablet com acesso à Internet.  

De acordo com levantamento da Divisão de Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (DESMT), da Progep, 58% dos servidores do HUWC e 72% dos servidores da MEAC já responderam à pesquisa, que está sendo realizada desde agosto de 2017.

ATUALIZAÇÃO DE VACINAS – Depois de preencherem o respectivo formulário, os profissionais são contatados pela DESMT através de e-mail ou telefone com recomendação para atualizar as vacinas pendentes, que estão sendo administradas na sala de vacinação do Ambulatório da Pediatria do HUWC, localizado ao lado da MEAC, de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h30min e das 13h30min às 17h.

Segundo o Ministério da Saúde, as seguintes vacinas devem ser atualizadas:
vacina tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola): devem ser administradas duas doses da vacina até os 29 anos ou uma dose no período de 30 a 49 anos de idade (vacina não indicada para gestantes);

vacina contra a varicela (catapora): duas doses da vacina, com intervalo de um a dois meses (vacina não indicada para gestantes);

vacina contra hepatite B: três doses da vacina, no intervalo: 0 – 1 –  6 meses;

vacina dT (contra difteria e tétano) ou dTpa (contra difteria, tétano e coqueluche):
com esquema de vacinação básico completo (três doses anteriores) – reforço com dT a cada 10 anos.
Com esquema de vacinação básico incompleto – completar o esquema básico (três doses) e fazer reforço com a dT a cada 10 anos;
não vacinados ou com histórico vacinal desconhecido – realizar esquema básico (três doses) no intervalo: 0 –  2 –  4 a 8 meses;
gestantes – 1 dose da vacina dTpa a cada gestação, a partir da 20ª semana, ou no puerpério (até 45 dias após o parto);

influenza (gripe): dose única anual (administrada em períodos de campanha do Ministério da Saúde).

Fonte: Divisão de Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (DESMT) – fone: 85 3366 7393

Notícia publicada no Portal da UFC.